Categorias

Páginas

Paraíso pouco explorado

Aracaju é a capital do menor estado do nosso Brasil. Quem não conhece bem pode ter a falsa impressão de que a mãe natureza não foi generosa com esta capital. Contudo, a história mostra que aqueles que descobrem as verdadeiras belezas naturais desta capital e gozam de todas as riquezas que estas proporcionam, sempre se apaixonam pela cidade.

Assim que chegam a cidade, os turistas perguntam nos hotéis quais são os pontos turísticos mais visitados. Entre as respostas para esta pergunta, invariavelmente é citado um lugar de nome um tanto quanto inusitado, chamado ”Crôa do Goré”.

Bem, mas do que se trata essa Crôa do Goré????

Apesar de um pouco estranho, o nome tem um significado interessante: “Crôa”, na verdade, é um banco de areia visível quando a maré está baixa. Já no caso do famoso goré, trata-se daquele caranguejo que se esconde na terra cavando com as patas.

Depois de saber o significado do nome desse lugar maravilhoso, o turista faz a pergunta crucial: ”Como chego lá?”

O percurso não chega a ser longo, principalmente para alguns turistas (principalmente os baianos rs) que costumam falar que aqui em Aracaju tudo é perto menos chegar na água da praia. Saindo do Aeroporto Santa Maria é só pegar a rodovia dos náufragos sentido mosqueiro até o entroncamento onde ancora a balsa que faz a travessia Aracaju – Mosqueiro. Daí é só seguir a placa na direção do local onde ancora o catamarã, pois é lá que existe a opção mais barata: São várias lanchas rápidas cobrando apenas R$ 8,00 ida e volta por pessoa, com cada lancha comportando 5 pessoas por vez. Se você quiser algo mais sofisticado poderá ir de catamarã, mas aí o preço sobe e a quantidade de pessoas aumenta para 45 no total.

Bem, chegando lá é só alegria. Em ambos os casos, a lancha ou catamarã agenda um horário para buscar o grupo de pessoas. Para quem tem pavor de maré subindo, não tem com que se preocupar, pois celular funciona e você pode entrar em contato em caso de algo dar errado. Resumindo: Não se preocupe, se divirta.

A grande jogada do bar flutuante é que quando a maré está subindo você pode desfrutar, com seus amigos, dos frutos do mar servidos pelo bar, com a água em seus pés chegando até seus joelhos. Os preços são muito baratos para um lugar turístic ocomo esse e a variedade é incrível. Inclui desde caldinhos, passando por caranguejos, pastéis e até lagostas.

É muito relaxante e divertido. É um ótimo banho de rio, sendo que a água já está salgada, pois perto dali tem o encontro com o mar. É muito bom para levar a família e os amigos para um ótimo dia em contato com a natureza e tudo que nosso estado proporciona de melhor.

Crôa do Goré

Postado em 5 jul 2012 | Categoria: Conheça Sergipe | Visualizações: 11.114 views | 0 comentário

Paraíso pouco explorado

Aracaju é a capital do menor estado do nosso Brasil. Quem não conhece bem pode ter a falsa impressão de que a mãe natureza não foi generosa com esta capital. Contudo, a história mostra que aqueles que descobrem as verdadeiras belezas naturais desta capital e gozam de todas as riquezas que estas proporcionam, sempre se apaixonam pela cidade.

Assim que chegam a cidade, os turistas perguntam nos hotéis quais são os pontos turísticos mais visitados. Entre as respostas para esta pergunta, invariavelmente é citado um lugar de nome um tanto quanto inusitado, chamado ”Crôa do Goré”.

Bem, mas do que se trata essa Crôa do Goré????

Apesar de um pouco estranho, o nome tem um significado interessante: “Crôa”, na verdade, é um banco de areia visível quando a maré está baixa. Já no caso do famoso goré, trata-se daquele caranguejo que se esconde na terra cavando com as patas.

Depois de saber o significado do nome desse lugar maravilhoso, o turista faz a pergunta crucial: ”Como chego lá?”

O percurso não chega a ser longo, principalmente para alguns turistas (principalmente os baianos rs) que costumam falar que aqui em Aracaju tudo é perto menos chegar na água da praia. Saindo do Aeroporto Santa Maria é só pegar a rodovia dos náufragos sentido mosqueiro até o entroncamento onde ancora a balsa que faz a travessia Aracaju – Mosqueiro. Daí é só seguir a placa na direção do local onde ancora o catamarã, pois é lá que existe a opção mais barata: São várias lanchas rápidas cobrando apenas R$ 8,00 ida e volta por pessoa, com cada lancha comportando 5 pessoas por vez. Se você quiser algo mais sofisticado poderá ir de catamarã, mas aí o preço sobe e a quantidade de pessoas aumenta para 45 no total.

Bem, chegando lá é só alegria. Em ambos os casos, a lancha ou catamarã agenda um horário para buscar o grupo de pessoas. Para quem tem pavor de maré subindo, não tem com que se preocupar, pois celular funciona e você pode entrar em contato em caso de algo dar errado. Resumindo: Não se preocupe, se divirta.

A grande jogada do bar flutuante é que quando a maré está subindo você pode desfrutar, com seus amigos, dos frutos do mar servidos pelo bar, com a água em seus pés chegando até seus joelhos. Os preços são muito baratos para um lugar turístic ocomo esse e a variedade é incrível. Inclui desde caldinhos, passando por caranguejos, pastéis e até lagostas.

É muito relaxante e divertido. É um ótimo banho de rio, sendo que a água já está salgada, pois perto dali tem o encontro com o mar. É muito bom para levar a família e os amigos para um ótimo dia em contato com a natureza e tudo que nosso estado proporciona de melhor.

Deixe seu comentário ou dúvida que responderemos o mais breve possível.

Para: Crôa do Goré